quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Nossos dias são uma caixinha de surpresas! Dia 1 - Tempo



Quando criei o blog tinha ideia de postar coisas mirabolantes, deveras futurísticas, pós-apocalípticas e mega tecnológicas, mas as datas dos posts foram cada vez se distanciando mais e mais (e também não postava nada de outro planeta), pensando de uns dias pra cá como deixar o blog mais atualizado, decidi falar sobre meus  dias. Fazer um resumo quem sabe, das coisas que aprendo, mesmo que corriqueiras. Fiz tópicos, e olha tem pano pra manga! 

Acredito que devíamos criar hábito de mata tempo bom: sempre anotarmos o que acabou de acontecer, ou tópicos do que aconteceu no dia. Tudo o que aprendeu.
Então, HANDS ON!

Iniciar falando de modo geral sobre as coisas que passam invisíveis sobre nosso olhar viciado no cotidiano - dia 1 - tempo:

- A gente vai ter tempo aqui pra muita coisa, muita mas muita mesmo! Mas que coisa é essa? E que tempo é esse?

Vamos ter que nos apaixonar por uma, duas, três atividades, ou mais, alguma coisa que faça seu coração vibrar mais forte, que seu sorriso fique fácil só de saber que você vai tocar aquilo pra frente! O cenário que hoje vivemos nos oportuniza diferentes formas de nos alegrarmos com nosso trabalho. O tal do reinventar vai funcionar muito bem aqui ou ali. Onde você decidir que é melhor. 
E já que citei a palavra "trabalho", a dica que faz toda a diferença pra mim: trabalhe com gente que te inspire. Gente que você admira, gente que se preocupa com você! É, seja amigo no trabalho. No almoço troque ideias sobre a vida, como anda a família, filhos, planos de viagens, sonhos, dores que estão passando, faculdade, artigos, livros que  estão lendo, filme que lançou, dicas culturais. Você verá o quão mais produtivo será o árduo "trabalho", pois deste modo deixamos o valioso dom chamado empatia dominar nosso ser, conseguimos entender melhor  nosso colega, e arquitetarmos como podemos ajudá-lo,  caso o contrário, esse trabalho vai te dar muito trabalho, tendo que pagar o terapeuta e os remédios receitados pelo psiquiatra ;)

Ah, e sobre o tempo. Só pra termos uma ideia. O total de países que temos hoje no mundo  se resolvessemos conhecer todos com estadia de 10 dias em cada, isso não dá 6 anos! SEIS ANOS! Quem éramos nós seis anos atrás?  Quem seremos nós nos próximos seis? Então, pensando em tudo o que aprendemos com o passar dos dias chegamos a conclusão que sim, é muito tempo. A gente olhando pra frente, só que as coisas só fazem sentido quando a gente olha pra trás. Então vamos aproveitar esse tempo. Fazer o que se tem pra fazer agora, porque o tempo que a gente gasta pensando no que a gente não fez é bem maior. E apesar de muito tempo, é saudável não disperdiçar. E se for pra desperdiçar que seja de modo feliz. E tomar cuidado com esse tempo, ele passa rápido!
 
A gente vai ter de apreder a ser produtivo pra não perder tempo. Essa produtividade partirá de um autoconhecimento, saber o que te energiza. E incrível que vai ter mil coisas que vamos aprender com isso:

- Passar tempo com família é a maior produtividade que você pode ter. Sua base é quem mais te motiva. Quando você estiver longe e a saudade te esmagar compreenderá a morfina que será ativada quando vê-los ou lembra-los. Portanto quando perto, valorize.

- Passar tempo com crianças entenderá que é mais produtivo do que você imaginava, que o quanto aquelas brincadeiras sem compromisso com o resultado llhe darão centenas de lições. Aquelas conversas que você não sabe como entrou, mas não quer parar vai ser o estopim de uma grande ideia. Outro dia estava eu postando uma foto no instagram e pensando em como seria a legenda e perguntei a minha priminha de 11 anos e ela me respondeu: - Lili, não pensa muito pra escrever! Escreve o que vir primeiro na cabeça! Você quer publicidade melhor que essa? É, o poder do pensamento infantil. 

- Para aproveitar melhor esse tempo, jamais perca a humildade, quando pois quando deixar de ser humilde deixarás de aprender também.

- Gastar tempo com suas músicas preferidas. Olhares preferidos, comidas, gestos, ares, tudo é preferido pra você é um pedaço seu.

E ainda sobre o tempo, teremos que aproveitar a jornada, o final do tempo é igual pra todos! 





 Jamais esqueça:
"Nem foi tempo perdido, somos tão jovens!"


Nenhum comentário:

Postar um comentário